Mateo Tanlongo e Diogo Gonçalves: Uma Parceria de Sucesso no Copenhaga

  1. Mateo Tanlongo estreou-se no futebol dinamarquês num jogo particular com o FC Fredericia.
  2. Apesar das dificuldades iniciais devido ao idioma, Tanlongo está a adaptar-se bem ao Copenhaga.
  3. Diogo Gonçalves tem sido um grande apoio para Tanlongo na sua adaptação ao novo clube.

Mateo Tanlongo, de 20 anos, teve a oportunidade de fazer os seus primeiros minutos num jogo particular com o FC Fredericia, que terminou com a vitória do Copenhaga por 2-0. Apesar de ser um jogo-treino, o médio mostrou-se muito contente com a sua estreia: 'Estou muito contente pois foi o meu primeiro jogo, mesmo sendo um particular. Ainda estou a conhecer os meus companheiros de equipa mas já percebi que se trata de um excelente grupo'. Tanlongo admitiu também as dificuldades iniciais na adaptação devido ao idioma: 'No começo foi difícil por causa do idioma, mas, no fim de contas, é futebol, e entendes tudo dentro de campo. Entendo a maioria das coisas em inglês, mas é mais difícil para mim falar a língua e às vezes as pessoas têm de repetir o que dizem'. A ajuda de Diogo Gonçalves tem sido fundamental para o sucesso da adaptação de Tanlongo: 'O Diogo é um tipo porreiro e ajudou-me na adaptação. Ajuda-me em tudo o que preciso'.

Programa desportivo na TV portuguesa com grande destaque para o futebol

  1. Programa desportivo na TV portuguesa com grande destaque para o futebol
  2. 18 de junho
  3. Campeonato de Portugal de Ralis
  4. Campeonato de hóquei em patins feminino
  5. Seleção portuguesa de andebol feminino sub-20
  6. Brasileirão
  7. Torneios WTA 500 e WTA 250 de ténis
  8. Campeonatos de ciclismo de Espanha, França e Itália
  9. Campeonato da Europa de esgrima
  10. Travelers Championship do PGA Tour de golfe

Kokçu joga «guerra» contra o Benfica, mas promete lealdade à Turquia

  1. Kokçu prometeu «guerra» ao companheiro de equipa João Neves, que estará do lado de Portugal no jogo
  2. Kokçu admitiu que esperava ter tido uma época mais positiva no Benfica, apesar das boas estatísticas
  3. O médio turco considera o estilo de jogo da Turquia adaptável ao que praticava no Benfica
  4. Kokçu não sente nada de especial em defrontar os Países Baixos, país onde nasceu e viveu até sair para o Benfica