Supertaça no Estádio Municipal de Aveiro: Será o palco talismã para o FC Porto?

  1. FC Porto dominou as oito finais da Supertaça no Estádio Municipal de Aveiro
  2. Sérgio Conceição busca a quarta vitória no torneio
  3. Desde 2009, o FC Porto venceu duas vezes o Benfica neste estádio, em 2010 e 2020
  4. Estádio Magalhães Pessoa foi o último local fora de Aveiro onde os dragões venceram uma final da Supertaça

O FC Porto tem demonstrado um domínio impressionante na Supertaça Cândido de Oliveira, especialmente quando joga no Estádio Municipal de Aveiro. Nas oito finais disputadas nesta cidade, os dragões alcançaram a vitória em todas elas, estabelecendo um registo perfeito de aproveitamento. O palco tem sido verdadeiramente mágico para o clube portuense, que já alcançou dois triunfos contra o Benfica neste estádio.

O primeiro sucesso aconteceu em 2009, quando a equipa de Jesualdo Ferreira venceu o Paços de Ferreira com golos de Farías e Bruno Alves. No ano seguinte, foi a vez de Rolando abrir o marcador no início da partida e de Radamel Falcao ampliar a vantagem contra o grande rival.

Em 2020, em plena pandemia, o FC Porto conquistou novamente a Supertaça no Estádio Municipal de Aveiro, desta vez frente ao Benfica. Sérgio Oliveira e Luis Díaz foram os destaques dessa vitória por 2-0.

O treinador Sérgio Conceição já conquistou três Supertaças como treinador dos dragões e espera alcançar o seu quarto título no confronto contra o Benfica. Além disso, Conceição tem um histórico perfeito no Estádio Municipal de Aveiro, onde conquistou todas as finais disputadas.

O impacto deste estádio no historial do FC Porto é tão significativo que a última vez que os dragões venceram uma final fora de Aveiro foi em 2006, no Estádio Magalhães Pessoa, em Leiria, contra o Vitória de Setúbal. Desde então, todas as finais disputadas em Aveiro resultaram em vitórias para o FC Porto.

Com este histórico impressionante, o FC Porto entra na final da Supertaça com uma vantagem e confiança adicionais. Resta saber se o Estádio Municipal de Aveiro continuará a ser o palco talismã para o clube portista.

Nuno Santos em dúvida para o clássico com o FC Porto

  1. Nuno Santos lesionou-se no joelho esquerdo, o mesmo a que foi operado duas vezes
  2. St. Juste não terminou o jogo contra o Sevilha por causa de uma lesão muscular
  3. St. Juste não jogaria a partida contra o FC Porto devido a castigo
  4. Nuno Santos estava a realizar uma boa pré-temporada

FC Porto anuncia o regresso de 5 jogadores após compromissos internacionais

  1. 5 jogadores regressam após compromissos internacionais
  2. Diogo Costa e Francisco Conceição representaram Portugal no Euro 2024
  3. Wendell, Evanilson e Pepê atuaram pela seleção brasileira na Copa América
  4. Equipa realizou estágio na Áustria, com jogos contra equipas locais
  5. Próximo jogo é contra o Al Nassr, no Estádio do Dragão

Gabri Martínez em destaque na pré-época do Braga

  1. Gabri Martínez marcou ao Braga B e também nos jogos com Anderlecht e Rayo na pré-época
  2. O jovem espanhol, de 21 anos, destacou-se no Mirandés com 9 golos e 5 assistências na 2.ª Liga
  3. Verdasca, defesa-central que foi formado no FC Porto, elogia a contratação de Gabri pelo Braga
  4. Verdasca considera Gabri um «grande jogador» que se vai «adaptar bem» ao futebol português

Apresentação do FC Porto bate recorde de receita de bilheteira

  1. Receita de bilheteira prevista de 400 mil euros
  2. Crescimento de 15% em relação à apresentação da temporada passada
  3. Maior receita de sempre num encontro de apresentação do FC Porto desde 2017/18
  4. Crescimento de 18% no número de detentores de lugares anuais em comparação a 2023
  5. Venda global de lugares anuais aumentou 20% face ao período homólogo da temporada passada

Jorge Costa vai poder estar no banco da final da Supertaça

  1. Jorge Costa, diretor do futebol profissional do FC Porto, vai poder estar no banco da final da Supertaça Cândido de Oliveira
  2. Tribunal Arbitral do Desporto aceitou providência cautelar de Jorge Costa, suspendendo castigo de 11 dias aplicado pela Federação Portuguesa de Futebol
  3. Castigo aconteceu quando Jorge Costa era treinador do Aves SAD, por "lesão da honra e da reputação e denúncia caluniosa"
  4. Inicialmente, a suspensão era de 15 dias, mas foi posteriormente reduzida para 11