Sporting despede-se de Arthur Gomes enquanto avançado parte para o Cruzeiro

  1. Arthur Gomes deixa o Sporting para assinar com o Cruzeiro no Brasil por cerca de €3 milhões de euros

O jovem avançado de 25 anos, Arthur Gomes, compartilhou hoje nas suas redes sociais uma imagem da sua partida do aeródromo de Cascais para Belo Horizonte, onde é esperado nos próximos dias para assinar contrato com o Cruzeiro. O técnico português Pepa será o responsável por orientar a equipa brasileira.

Arthur Gomes se despediu dos seus colegas de equipe ontem, enquanto se prepara para abraçar um novo projeto onde terá a oportunidade de jogar com maior regularidade. O Sporting, por sua vez, terá a oportunidade de recuperar o investimento feito no avançado ao vendê-lo por uma verba próxima de €3 milhões de euros.

O avançado brasileiro chegou ao Sporting no início da temporada passada, vindo do Estoril, por €2,9 milhões de euros, mais parte do passe do lateral Tiago Santos, que já se transferiu para o Lille em França.

Esta mudança marca o regresso de Arthur Gomes ao futebol brasileiro, onde espera encontrar mais oportunidades para mostrar o seu talento.

Sporting prepara-se para perder peças fundamentais na defesa

  1. O Sporting enfrenta um dilema na sua defesa, com a possível saída de dois jogadores-chave: Gonçalo Inácio e Ousmane Diomande
  2. Gonçalo Inácio, de 22 anos, é considerado um dos jogadores intocáveis por Rúben Amorim
  3. Ousmane Diomande, internacional marfinense de 20 anos, é outro leão muito cobiçado
  4. O Sporting já garantiu a contratação do internacional belga Zeno Debast, proveniente do Anderlecht por cerca de 18 milhões de euros

Raphinha refuta declarações de Mbappé sobre Mundial: «Perdeu um Mundial contra uma equipa sul-americana»

  1. Raphinha refuta declarações de Mbappé sobre Mundial
  2. Mbappé perdeu a final do Mundial do Catar 2022 contra uma equipa sul-americana
  3. «Infelizmente para ele e felizmente para nós, ele perdeu um Mundial contra uma equipa sul-americana»
  4. «Gostaria de ver as seleções europeias a disputar as eliminatórias sul-americanas nos campos em que jogamos. Aí é que eu veria se é fácil ou difícil.»