João Mário recorda momento com Jorge Jesus: «Foi um choque»

Na época, João Mário entrou em campo contra o Vitória de Guimarães, substituindo o jogador Carrillo, que havia sido afastado. No esquema tático de 4-4-2 adotado por Jorge Jesus, João Mário atuou como um terceiro médio, ocupando a ala ao lado de Ruiz. Essa mudança clara de posição fez com que ele deixasse de ser um médio-centro e passasse a atuar mais como um médio-ala.

João Mário explicou que se acostumar a jogar pelos lados do campo demanda uma adaptação considerável, pois é necessário mudar a forma de jogar em espaços mais reduzidos e centrais. Ele se considera um jogador de espaços curtos, capaz de se posicionar bem nesses espaços, mas não um jogador de profundidade. Diferentemente de alas puros, como Neres, João Mário nunca teve um treinador que lhe pedisse para explorar constantemente a profundidade.

Essas declarações de João Mário mostram como um simples ajuste tático pode ter um impacto significativo na carreira de um jogador. A capacidade de se adaptar a novas funções e desenvolver novas habilidades é fundamental para se manter relevante e aproveitar ao máximo suas qualidades.

É interessante notar como, mesmo enfrentando um momento de choque inicial, João Mário conseguiu se adaptar e prosperar nessa nova posição. Sua capacidade de se posicionar bem em espaços curtos e sua inteligência tática o tornaram um jogador importante para a equipe do Sporting naquela temporada.

A entrevista de João Mário também nos faz refletir sobre a influência dos treinadores na carreira dos jogadores. A habilidade de um treinador para identificar as características individuais de seus jogadores e adaptar o esquema tático de acordo pode fazer toda a diferença no desempenho da equipe.

Em resumo, o momento em que Jorge Jesus colocou João Mário para jogar na ala foi um momento de choque para o jogador, mas também foi um momento de transformação. João Mário teve que se adaptar a uma nova posição e mudar seu estilo de jogo, mas conseguiu tirar proveito de suas qualidades em espaços curtos. Essa adaptabilidade e inteligência tática são características essenciais para o sucesso de um jogador de futebol.

Sporting prepara-se para perder peças fundamentais na defesa

  1. O Sporting enfrenta um dilema na sua defesa, com a possível saída de dois jogadores-chave: Gonçalo Inácio e Ousmane Diomande
  2. Gonçalo Inácio, de 22 anos, é considerado um dos jogadores intocáveis por Rúben Amorim
  3. Ousmane Diomande, internacional marfinense de 20 anos, é outro leão muito cobiçado
  4. O Sporting já garantiu a contratação do internacional belga Zeno Debast, proveniente do Anderlecht por cerca de 18 milhões de euros

Raphinha refuta declarações de Mbappé sobre Mundial: «Perdeu um Mundial contra uma equipa sul-americana»

  1. Raphinha refuta declarações de Mbappé sobre Mundial
  2. Mbappé perdeu a final do Mundial do Catar 2022 contra uma equipa sul-americana
  3. «Infelizmente para ele e felizmente para nós, ele perdeu um Mundial contra uma equipa sul-americana»
  4. «Gostaria de ver as seleções europeias a disputar as eliminatórias sul-americanas nos campos em que jogamos. Aí é que eu veria se é fácil ou difícil.»