Sporting rejeita oferta de 15 milhões de euros por Chermiti

  1. Sporting recusa oferta de 15 milhões de euros por Chermiti, jogador de 19 anos
  2. Rúben Amorim quer mantê-lo no plantel
  3. Participou em 22 jogos e marcou três golos na última época

Chermiti, de 19 anos, foi lançado por Rúben Amorim na última temporada e impressionou com algumas boas exibições. Isso despertou o interesse de vários clubes europeus, levando a uma oferta de 15 milhões de euros pelo jogador. No entanto, o Sporting rejeitou prontamente essa proposta, deixando claro que Chermiti não sairá por menos de 20 milhões de euros.

Apesar de já ter dois jogadores de peso no ataque, Gyokeres e Paulinho, Rúben Amorim está determinado em manter Chermiti no plantel. O jovem avançado mostrou o seu potencial ao marcar um hat-trick contra o Estrela da Amadora no arranque da pré-temporada.

Chermiti tem contrato com o Sporting até 2027 e uma cláusula de rescisão de 80 milhões de euros, o que reflete a confiança que o clube deposita nele. O jogador está atualmente integrado no estágio de pré-temporada dos leões e está determinado em realizar uma boa época.

Na última época, Chermiti participou em 22 jogos e marcou três golos. Embora não tenha sido o jogador mais decisivo em termos de golos, contribuiu para a equipa com a sua intensidade e dinâmica em campo. O seu desempenho chamou a atenção não só de Rúben Amorim, mas também de treinadores de outros clubes, como Sérgio Conceição, do FC Porto.

No entanto, qualquer clube interessado em contratar Chermiti terá de apresentar uma oferta significativamente superior aos 15 milhões de euros já propostos. O Sporting está determinado em manter o jovem avançado e só o deixará sair por uma verba acima dos 20 milhões de euros.

Hugo Viana recorre para o TAD após suspensão de 17 dias pela FPF

  1. Hugo Viana, diretor de futebol do Sporting, recorreu para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) com pedido de providência cautelar
  2. Viana foi suspenso por 17 dias e multado em 612 euros pela FPF
  3. Vítor Baía, ex-vice-presidente do FC Porto, foi suspenso por 8 dias e multado em 510 euros
  4. As sanções foram aplicadas por ameaças e ofensas à honra, consideração ou dignidade