Pinto da Costa recorda Américo: "Tinha um estilo diferente do que hoje é normal"

  1. Américo venceu a Taça de Portugal com o FC Porto durante a sua primeira passagem pelo clube.
  2. Ele era conhecido por sair da baliza para cortar cruzamentos e cantos, o que era incomum na época.
  3. Américo recebeu o Dragão de Ouro em reconhecimento à sua contribuição para o clube.

Américo foi um jogador importante na história do FC Porto durante um período em que vencer títulos era raro e difícil. Ele conquistou a Taça de Portugal com o treinador José Maria Pedroto em sua primeira passagem pelo clube. Além disso, Américo foi um guarda-redes extraordinário, com um estilo de jogo completamente diferente do que estamos habituados hoje. Ele era conhecido por sair da baliza para cortar cruzamentos e cantos, o que era incomum naquela época. Pinto da Costa enfatizou não apenas as habilidades de Américo como guarda-redes, mas também sua personalidade e caráter exemplares. Recentemente, ele recebeu o Dragão de Ouro em reconhecimento à sua contribuição para o clube. Para Pinto da Costa, a memória de Américo será eterna para todos que o viram jogar e tiveram a sorte de conhecê-lo.

Pepe pondera fim de carreira no Brasil

  1. Pepe, de 40 anos, está fora dos planos do FC Porto para a próxima época
  2. André Villas-Boas, presidente do FC Porto, assumiu publicamente a saída de Pepe
  3. Pepe nunca jogou a nível profissional no Brasil
  4. Botafogo, treinado por Artur Jorge, é apontado como principal candidato a contratar Pepe

Wendell antecipa a Copa América com balanço positivo da época do FC Porto

  1. Wendell reconhece que o FC Porto «precisávamos de um pouco mais para lutar pelo campeonato», apesar de terem conquistado a Taça de Portugal
  2. O defesa lamentou a forma como o FC Porto foi eliminado nos oitavos de final da Liga dos Campeões
  3. Wendell elogiou o trabalho do treinador Sérgio Conceição, que «nos ajudou diariamente a sermos melhores e tirou o melhor que temos»
  4. O jogador está «em ótimas condições» para representar o Brasil na Copa América