FC Porto goleia Desportivo de Chaves por 4-0 no segundo jogo de preparação

  1. FC Porto goleou Desportivo de Chaves por 4-0
  2. Marcano e Zaidu ausentes por lesão
  3. Gonçalo Borges, Romário Baró, Rodrigo Mora e Zé Pedro marcaram os golos
  4. Jogo realizado no Olival

O FC Porto contou com 24 dos 28 jogadores que estão disponíveis, à exceção de Marcano e Zaidu, ambos por lesão, sendo que os guarda-redes Gonçalo Ribeiro e Diogo Fernandes não jogaram por opção técnica.

O FC Porto goleou hoje à porta fechada o Desportivo de Chaves, recém-despromovido à II Liga, por 4-0, no segundo encontro de preparação do clube da I Liga de futebol para 2024/25, no Olival, revelaram os «dragões».

Quatro dias depois de ter derrotado por números idênticos a Sanjoanense, da Liga 3, no primeiro de sete duelos de pré-época, Gonçalo Borges, de grande penalidade, Romário Baró, Rodrigo Mora e Zé Pedro marcaram os tentos da equipa orientada por Vítor Bruno.

Gabriel Brás, David Carmo, Gonçalo Borges e André Franco voltaram a ser titulares, num «onze» inicial que, em relação ao jogo com a Sanjoanense, incluiu Samuel Portugal, Fábio Cardoso, Martim Fernandes, Iván Jaime, Vasco Sousa, Nico González ou Toni Martínez.

O FC Porto vai continuar a trabalhar no Olival até ao final da semana e estagia entre 15 e 24 de julho em Bad Tatzmannsdorf, na Áustria, realizando mais cinco jogos de pré-época até à estreia oficial em 2024/25, em 03 de agosto, em Aveiro, com a Supertaça Cândido de Oliveira frente ao campeão Sporting, que derrotou na última final da Taça de Portugal.

Reforços em destaque no arranque da pré-época do Nacional e do Gil Vicente

  1. Tiago Margarido deu os primeiros minutos de competição a todos os jogadores disponíveis no plantel do Nacional, incluindo os dois novos reforços, Zé Vítor e Nigel Thomas
  2. O Nacional perdeu por 1-4 frente ao FC Porto na preparação, apesar de ter começado a vencer com um golo de José Gomes
  3. O Gil Vicente venceu por 3-0 a sua própria equipa de sub-23, com golos de Santi García, Jorge Aguirre e Kazu
  4. O Gil Vicente estreou-se nesta pré-época, enquanto o Nacional vai regressar à Liga, três anos depois, com uma visita ao Aves SAD