'Dragões' rejeitam aproximação do Valência por Toni Martínez

  1. O treinador Sérgio Conceição considera Toni Martínez como 'intocável' no plantel
  2. Os valores exigidos pelo FC Porto só seriam alcançáveis por clubes ingleses
  3. Toni Martínez tem contrato até 2027 e uma cláusula de rescisão de 60 milhões de euros
  4. O jogador já marcou dois gols em três jogos nesta temporada

O FC Porto mostrou sua determinação em manter Toni Martínez no clube, rejeitando uma abordagem do Valência pelo jogador espanhol. De acordo com o diário espanhol Relevo, o treinador dos 'dragões', Sérgio Conceição, considera o avançado de 26 anos como 'intocável' no plantel e não está disposto a abrir mão dele.

A direção portista também deixou claro que os valores exigidos para a transferência de Toni Martínez só seriam alcançáveis por clubes do campeonato inglês. Com um contrato válido até 2027 e uma cláusula de rescisão estipulada em 60 milhões de euros, a direção está confiante de que o jogador vale esse investimento.

Nesta temporada, Toni Martínez já demonstrou sua qualidade dentro de campo. Em apenas três jogos, o avançado espanhol marcou dois gols, mostrando sua efetividade e contribuindo para as vitórias da equipa.

A rejeição do FC Porto ao Valência mostra a determinação do clube em manter seus melhores jogadores e fortalecer o plantel para os desafios que estão por vir. Com o treinador Sérgio Conceição confiante em Toni Martínez, é evidente que o avançado tem um papel fundamental na estratégia da equipa portista.

Wendell antecipa a Copa América com balanço positivo da época do FC Porto

  1. Wendell reconhece que o FC Porto «precisávamos de um pouco mais para lutar pelo campeonato», apesar de terem conquistado a Taça de Portugal
  2. O defesa lamentou a forma como o FC Porto foi eliminado nos oitavos de final da Liga dos Campeões
  3. Wendell elogiou o trabalho do treinador Sérgio Conceição, que «nos ajudou diariamente a sermos melhores e tirou o melhor que temos»
  4. O jogador está «em ótimas condições» para representar o Brasil na Copa América