André Villas-Boas não confirma candidatura à presidência do FC Porto

André Villas-Boas, antigo treinador do FC Porto, deixou no ar a possibilidade de se candidatar à presidência do clube, mas não confirmou se a candidatura irá ocorrer já no ato eleitoral de 2024. No entanto, Villas-Boas fez questão de fazer duras críticas à atual direção do clube liderada por Pinto da Costa.

Em declarações, o antigo treinador afirmou: 'Concorrer contra Pinto da Costa? Ele também disse que não avançaria contra mim. Mas a presidência do FC Porto é algo que me está destinado, é uma missão que tenho para cumprir'.

Villas-Boas não poupou críticas à gestão do clube nos últimos anos, questionando a falta de investimento na equipa e a falta de ambição em competições internacionais. O antigo treinador mencionou ainda que tem acompanhado de perto a situação do clube e que está preparado para assumir a presidência e implementar as mudanças que considera necessárias.

Apesar de não confirmar a candidatura, as palavras de Villas-Boas certamente alimentam a especulação sobre o seu futuro envolvimento na política do clube. Os adeptos do FC Porto aguardam com expectativa a decisão do antigo treinador, que poderá trazer uma nova visão e liderança ao clube.

FC Porto disposto a pagar 15 milhões por Mika Faye do Barcelona

  1. FC Porto disposto a pagar 15 milhões por Mika Faye
  2. Direcção do FC Porto liderada por André Villas-Boas
  3. Barcelona quer dar oportunidade ao novo treinador Hans-Dieter Flick para observar Mika Faye
  4. Barcelona prefere aguardar por outras ofertas apesar do valor do FC Porto ser considerado satisfatório

Francisco Conceição repete feito histórico do pai Sérgio Conceição na estreia de Portugal no Euro'2024

  1. Francisco Conceição marcou o golo da reviravolta (90+2') na vitória de Portugal sobre a República Checa (2-1) na estreia do Euro'2024
  2. Sérgio Conceição, pai de Francisco, também marcou na estreia de Portugal num Europeu, em 2000 (hat-trick vs Alemanha)
  3. Esta foi a segunda vez na história que um par de pai e filho marcaram num Campeonato da Europa de seleções
  4. Francisco Conceição entrou aos 90 minutos e marcou aos 92', dando uma 'cambalhota' no golo decisivo