O valor mínimo para vender Gonçalo Ramos

O Benfica está consciente de que poderá perder alguns dos jogadores do plantel, especialmente aqueles que mais mercado tê, ou seja, mais interesse despertam entre os clubes com mais poder financeiro. António Silva e Gonçalo Ramos estão, no fundo, no lago dos tubarões e poderão ser alvo de um ataque e deixar a Luz. E os dirigentes dos encarnados estão preparados para substitui-los.

Para lá do guarda-redes e do lateral-esquerdo, o Benfica não tem outros planos para reforçar a equipa. E só contratará mais reforços se alguém sair. António Silva e Gonçalo Ramos têm cláusulas de rescisão elevadas, respetivamente de €100 milhões e €120 milhões, não sendo de esperar, nesta altura que algum clube possa pagá-las.

Mas admite-se que possa negociar ainda por valores bem altos, abaixo do valor referido. Uma oferta de cerca de €80 milhões por Gonçalo Ramos seria, por exemplo, considerada. O avançado de 22 anos está nos planos do PSG, como A BOLA adiantou, mas a gestão desportiva dos franceses ainda é incerta - desde logo desconhece-se se Kylian Mbappé vai ficar e, mesmo ficando, Gonçalo Ramos continua a ser um alvo dos franceses para a posição de avançado mais fixo.

Também em Inglaterra, o internacional português tem sido associado ao Man. United. Mas Gonçalo Ramos espera ainda que as peças do dominó das transferências dos avançados comecem a cair.

Vangelis Pavlidis: o grego que chega ao Benfica

  1. Vangelis Pavlidis, avançado grego de 25 anos
  2. Formado na Amadora, abandonou Portugal em 2011 para jogar no Panathinaikos
  3. Adquiriu a nacionalidade grega e é internacional pela seleção da Grécia
  4. Descrito como um jogador de grande qualidade e versatilidade