Gonçalo Ramos valorizado pelo PSG mas Roger Schmidt luta por sua permanência no Benfica

  1. Gonçalo Ramos alvo do PSG, Schmidt quer segurá-lo, PSG descarta outras opções, Benfica só vende por 80 milhões de euros, Rafa fica e recusa oferta do Al-Sadd

O Paris Saint-Germain colocou o avançado Gonçalo Ramos como um dos principais alvos para reforçar o seu ataque, de acordo com o jornal L'Équipe. No entanto, o treinador do Benfica, Roger Schmidt, está determinado em segurar o jogador e elogiou suas qualidades tanto ofensivas quanto defensivas. Schmidt vê Gonçalo Ramos como a grande referência do ataque encarnado e titular indiscutível na temporada anterior.

O PSG identificou várias opções para a posição de ponta-de-lança, mas algumas delas já foram descartadas. Jogadores como Osimhen, Kane e Kolo Muani já não estão mais nos planos do clube francês. O PSG agora coloca Gonçalo Ramos ao lado de Vlahovic, da Juventus, como os principais candidatos. No entanto, o conselheiro do PSG, Luís Campos, é um grande admirador de Gonçalo Ramos e prefere o avançado do Benfica.

Enquanto o PSG mostra interesse em Gonçalo Ramos, o Benfica só estaria disposto a abrir mão do jogador por propostas a partir dos 80 milhões de euros, apesar de sua cláusula de rescisão ser de 120 milhões de euros. As negociações entre os clubes podem começar em breve.

No contexto dessas notícias, também foi relatado que o treinador Roger Schmidt convenceu Rafa a ficar no Benfica. Rafa foi nomeado capitão no primeiro jogo e tem mostrado compromisso nos treinos e jogos. Ele também recusou uma oferta do Al-Sadd, do Catar, no valor de 7,5 milhões de euros por ano.

Zahovic regressa às origens para ver o FC Porto

  1. Zahovic representou o FC Porto entre 1996 e 1999
  2. Zahovic afirmou que o FC Porto tem as pessoas certas nos lugares certos e vai continuar a ser um grande clube de sucesso
  3. Zahovic considera o Sporting, Benfica e FC Porto os principais candidatos ao título na próxima época
  4. Zahovic acompanhou o jogo entre Portugal e Eslovénia com o 'coração dividido' por ter jogado 12 anos em Portugal