Di María vai dar certo? Eis 10 regressos a casa que correram bem

  1. Di María regressou ao Benfica
  2. Lista de 10 regressos bem sucedidos inclui Cristiano Ronaldo, Nani, Xabi Alonso, Gerrard, Simeone, Totti e Matthäus

Di María, uma das figuras do momento no futebol português, decidiu regressar ao Benfica - casa onde foi feliz - mas há dúvidas se será um sucesso. No entanto, existem vários exemplos de regressos que correram bem e tiveram um final feliz.

A lista elaborada pelo zerozero é composta por jogadores que voltaram ao seu clube de origem um ou dois anos depois de saírem, mas também inclui casos semelhantes ao de Di María, em que os jogadores saíram e só regressaram mais tarde na carreira. A análise, embora subjetiva, procura ser objetiva em termos do rendimento desportivo coletivo e individual.

A lista inclui exemplos como o regresso de Cristiano Ronaldo ao Manchester United, de Nani ao Sporting, de Xabi Alonso ao Real Madrid, e de Gerrard ao Liverpool. Todos estes jogadores tiveram regressos de sucesso e demonstraram o seu valor tanto individualmente como no desempenho da equipa.

Além disso, existem outros regressos menos conhecidos, mas igualmente bem-sucedidos, como o de Simeone ao Atlético de Madrid, o de Totti à Roma e o de Matthäus ao Bayern de Munique. Estes jogadores provaram que é possível regressar ao clube de origem e continuar a alcançar grandes feitos.

Em conclusão, embora haja sempre dúvidas e incertezas em relação a um regresso a casa, a história mostra-nos que existem vários exemplos de regressos que correram bem e foram um sucesso tanto a nível individual como coletivo. Resta agora esperar para ver se Di María irá seguir os passos destes jogadores e ser mais um exemplo de um regresso de sucesso.

Wendell antecipa a Copa América com balanço positivo da época do FC Porto

  1. Wendell reconhece que o FC Porto «precisávamos de um pouco mais para lutar pelo campeonato», apesar de terem conquistado a Taça de Portugal
  2. O defesa lamentou a forma como o FC Porto foi eliminado nos oitavos de final da Liga dos Campeões
  3. Wendell elogiou o trabalho do treinador Sérgio Conceição, que «nos ajudou diariamente a sermos melhores e tirou o melhor que temos»
  4. O jogador está «em ótimas condições» para representar o Brasil na Copa América