Peris Ruiz Consulting processa o FC Porto por dívida de 134 mil euros

  1. Peris Ruiz Consulting, S.L. é uma empresa espanhola ligada à Leaderbrock, que representa Toni Martínez
  2. A empresa colocou um processo no Tribunal Judicial da Comarca do Porto contra a SAD do FC Porto
  3. O processo envolve uma dívida de 134.756,22 euros
  4. A dívida foi deixada pela anterior direção da SAD liderada por Pinto da Costa

Dívida deixada pela anterior direção


A empresa espanhola Peris Ruiz Consulting, S.L., ligada à agência Leaderbrock que representa o jogador Toni Martínez, colocou esta quinta-feira um processo no Tribunal Judicial da Comarca do Porto contra a SAD do FC Porto. De acordo com o jornal A Bola, está em causa uma dívida de 134.756,22 euros.

«O valor de 134 756, 22 euros corresponde a uma dívida deixada pela antiga administração da SAD, liderada por Pinto da Costa, que agora terá de ser resolvida pela presidência de André Villas-Boas», acrescenta a fonte de referência.

Problemas acumulados pela nova direção


Este é mais um problema que a atual direção da SAD do FC Porto terá de enfrentar, depois das queixas de várias empresas, desde processos ligados às transferências de André Franco ou Luis Díaz.

«Toni Martínez, recorde-se, chegou ao FC Porto proveniente do FC Famalicão em 2020, por valores a rondar os 3.2 milhões. Na última época, o espanhol foi um dos "castigados" por Conceição e esteve presente em 25 jogos, tendo faturado quatro golos.»

Reforços em destaque no arranque da pré-época do Nacional e do Gil Vicente

  1. Tiago Margarido deu os primeiros minutos de competição a todos os jogadores disponíveis no plantel do Nacional, incluindo os dois novos reforços, Zé Vítor e Nigel Thomas
  2. O Nacional perdeu por 1-4 frente ao FC Porto na preparação, apesar de ter começado a vencer com um golo de José Gomes
  3. O Gil Vicente venceu por 3-0 a sua própria equipa de sub-23, com golos de Santi García, Jorge Aguirre e Kazu
  4. O Gil Vicente estreou-se nesta pré-época, enquanto o Nacional vai regressar à Liga, três anos depois, com uma visita ao Aves SAD