Daniel Sousa quer consolidar processos e mais vitórias na segunda volta do Arouca

  1. O técnico do Arouca, Daniel Sousa, analisou a derrota por 2-1 frente ao V. Guimarães
  2. Sousa destacou a primeira parte equilibrada e lamentou a falta de discernimento nas decisões finais na segunda parte
  3. Sousa considerou que um golo anulado foi uma decisão errada da arbitragem
  4. O treinador expressou o desejo de consolidar processos e conquistar mais vitórias na segunda metade da temporada

Após a derrota por 2-1 frente ao V. Guimarães, na última partida da primeira volta, Daniel Sousa analisou a performance da sua equipa. O treinador destacou a primeira parte equilibrada, onde o Arouca criou algumas situações de perigo além do golo marcado. No entanto, na segunda parte, Sousa admitiu que faltou discernimento nas decisões finais e atribuiu isso ao cansaço dos jogadores. O técnico também comentou sobre um golo anulado e considerou que a decisão da arbitragem foi completamente errada.

Ao projetar a segunda metade da temporada, Daniel Sousa afirmou que os adeptos podem esperar um Arouca com personalidade e capaz de enfrentar qualquer adversário. Ele destacou as boas exibições da equipa contra o Guimarães e o Benfica, e mencionou a necessidade de consolidar processos para conquistar mais vitórias. Sousa reconheceu que a equipa tem sido versátil na forma de jogar e ressaltou a importância de melhorar nesse aspecto.

Os adeptos do Arouca certamente ficarão encorajados com as palavras do seu treinador e esperam ver a equipa evoluir na segunda metade da temporada. Com a determinação de Daniel Sousa e o compromisso dos jogadores, o Arouca tem todas as condições para alcançar os seus objetivos e conquistar pontos importantes.

Confrontos entre adeptos do Vitória de Guimarães e Rayo Vallecano antes de jogo de apresentação

  1. Incidente ocorreu durante a apresentação do plantel do Vitória aos seus adeptos
  2. Adeptos do Rayo Vallecano - cerca de 100 na bancada norte - já tinham estado em Braga na quinta-feira
  3. Intervenção da PSP foi necessária para pôr fim aos confrontos, sem qualquer detenção
  4. Apresentação do plantel do Vitória decorreu como previsto, com Rui Borges, Bruno Varela e Jota Silva os mais aplaudidos