Chelsea não apresenta proposta formal por Gyokeres do Sporting

  1. O Chelsea não apresentou qualquer proposta formal por Viktor Gyokeres.
  2. Fabrizio Romano confirmou que o clube inglês não está em conversações por Gyokeres.
  3. A cláusula de rescisão de Gyokeres é de 100 milhões de euros.
  4. A direção do Sporting planeia avançar com um empréstimo obrigacionista de 50 milhões de euros.

Viktor Gyokeres tem chamado a atenção de vários clubes europeus devido aos seus impressionantes números no Sporting. Com 20 golos e nove assistências em 24 jogos disputados, o sueco é peça fundamental no esquema tático de Rúben Amorim. No entanto, apesar dos rumores recentes, o Chelsea ainda não apresentou uma proposta formal pelo jogador.

De acordo com o jornal O JOGO, não há informações de que o clube inglês tenha iniciado qualquer negociação com o Sporting. Fabrizio Romano, especialista em mercado de transferências, também confirmou que não há conversações em andamento.

O facto de o Chelsea não estar interessado em Gyokeres é uma notícia relevante para os adeptos do Sporting. A cláusula de rescisão do jogador é de 100 milhões de euros, o que mostra a importância que o clube atribui ao jogador.

A direção do Sporting não pretende vender jogadores importantes durante a janela de transferências de janeiro, já que nenhum clube se aproximou dos valores das cláusulas de rescisão. O plano do clube é avançar com um empréstimo obrigacionista de 50 milhões de euros, que será discutido na próxima Assembleia Geral da SAD.

Os adeptos do Sporting podem ficar tranquilos sabendo que o Chelsea não está a tentar contratar Gyokeres, pelo menos por enquanto. O avançado sueco continuará a ser peça chave no plantel de Rúben Amorim e a contribuir com golos e assistências importantes para a equipa.

Hugo Viana recorre para o TAD após suspensão de 17 dias pela FPF

  1. Hugo Viana, diretor de futebol do Sporting, recorreu para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) com pedido de providência cautelar
  2. Viana foi suspenso por 17 dias e multado em 612 euros pela FPF
  3. Vítor Baía, ex-vice-presidente do FC Porto, foi suspenso por 8 dias e multado em 510 euros
  4. As sanções foram aplicadas por ameaças e ofensas à honra, consideração ou dignidade