Santa Clara contesta horário da eliminatória com FC Porto

  1. O Santa Clara contestou o horário marcado para o jogo dos quartos-de-final da Taça de Portugal contra o FC Porto.
  2. O presidente do Santa Clara, Ricardo Pacheco, considerou a decisão de marcar o jogo para as 15h de uma quarta-feira como 'muito infeliz'.
  3. O clube enviou um protesto à Federação Portuguesa de Futebol, argumentando que este horário prejudica os seus sócios e interessados no encontro.
  4. Esta não é a primeira vez que um jogo entre equipas açorianas e do continente é marcado para este horário, visto que já ocorreu numa partida entre Lusitânia e Benfica, em outubro do ano passado.

O presidente do Santa Clara, Ricardo Pacheco, criticou a decisão de marcar o jogo para as 15h de uma quarta-feira, considerando-a 'muito infeliz'. O clube açoriano enviou um protesto à Federação Portuguesa de Futebol, argumentando que este horário prejudica os milhares de sócios e interessados no encontro.

A escolha deste horário parece ter sido motivada pela necessidade de permitir o regresso do FC Porto ao continente no mesmo dia do jogo. Esta não é a primeira vez que acontece, pois o mesmo já ocorreu numa partida entre Lusitânia e Benfica, em outubro do ano passado.

Os adeptos do Santa Clara mostram-se preocupados com a possibilidade de a partida se realizar com bancadas vazias devido ao horário pouco favorável. O clube espera que a Federação Portuguesa de Futebol reavalie a decisão e encontre uma solução que beneficie todos os envolvidos.

Rúben Dias encara nova época em Portugal com expectativa

  1. Rúben Dias, defesa-central do Manchester City e da Seleção Portuguesa, falou sobre as expectativas para a nova época em Portugal e a participação da equipa nacional no próximo Europeu
  2. Rúben Dias espera que «as coisas sorriam para a equipa que joga de vermelho», referindo-se ao Benfica
  3. Apesar da eliminação no Europeu 2020, Rúben Dias considera que a Seleção Portuguesa tem «boas perspetivas para o futuro»
  4. Rúben Dias afirma que o Manchester City tem «a ambição de voltar a conquistar» na nova temporada