FC Porto: Galeno promete dar tudo na nova temporada e conquistar os quatro títulos

  1. Galeno promete dar tudo na nova temporada, conquistar os quatro títulos, entrar com tudo na Supertaça contra o Benfica

Na época passada, o FC Porto conquistou três títulos, mas o extremo Galeno acredita que a equipa pode ir ainda mais longe e conquistar os quatro títulos nacionais nesta temporada. Em entrevista à Sport TV, Galeno afirmou que está determinado a dar tudo de si para ajudar o FC Porto a ganhar jogos e títulos. Ele admitiu que poderia ter feito mais golos na época passada e está determinado a melhorar nesse aspecto.

Galeno também destacou a importância de não facilitar, como aconteceu na época passada, quando o FC Porto não conseguiu conquistar o título mais importante. Ele afirmou que a equipa está concentrada no que o treinador pediu e que todos estão focados em alcançar os objetivos.

Sobre a Supertaça contra o Benfica, Galeno deixou uma promessa aos adeptos do FC Porto. Ele afirmou que a equipa vai entrar com tudo e que estão todos focados para esse jogo. Ele destacou a importância desse troféu e afirmou que vão trabalhar até ao jogo para tentar sair com o título de lá.

Além disso, Galeno abordou a chegada de Nico González ao FC Porto. Ele afirmou que ainda não teve contacto com o jogador, mas que vão acolhê-lo bem, assim como fizeram com Navarro. Galeno expressou confiança no desempenho de Navarro e disse que tem a certeza de que ele vai marcar muitos golos.

Com a determinação de Galeno e o foco da equipa, o FC Porto inicia a nova temporada com o objetivo claro de conquistar os quatro títulos nacionais. Os adeptos do clube podem esperar uma equipa empenhada e determinada a alcançar o sucesso.

Galeno no radar da Juventus, mas o FC Porto quer mantê-lo

  1. O mercado de verão do FC Porto tem sido, até ver, sossegado
  2. Galeno é o segundo melhor marcador dos dragões na última temporada com 16 golos em 48 partidas
  3. A Juventus está interessada na contratação de Galeno e acredita conseguir um valor abaixo da cláusula de rescisão de 60 milhões de euros