Estádio da Luz recebe novo relvado para a época 2023/24

  1. Estádio da Luz recebe novo relvado
  2. Estreia na 2ª jornada da Liga 2023/24
  3. Partida contra o Estrela da Amadora a 20 de agosto

O Estádio da Luz, casa do Benfica, recebeu recentemente a instalação de um novo relvado, que estará pronto para ser utilizado na próxima época. A estreia deste novo campo está prevista para a segunda jornada da Liga 2023/24, que ocorrerá a 20 de agosto, quando as águias receberem o Estrela da Amadora, recém-promovido à divisão principal do futebol português.

Antes disso, o Benfica terá dois jogos importantes para competir. A equipa jogará a Supertaça com o FC Porto em Aveiro, a 8 de agosto, e fará a sua estreia na Liga no Estádio do Bessa, frente ao Boavista, a 13 de agosto. Portanto, o novo relvado do Estádio da Luz será estreado apenas na terceira partida oficial da equipa benfiquista na próxima época.

A colocação de um novo relvado é uma prática comum no Benfica, que opta por renovar o campo a cada nova temporada, após uma época completa de uso e até mesmo um concerto musical. Neste caso, a banda alemã Rammstein realizou um concerto no estádio em junho.

Os responsáveis pelo relvado têm agora a preocupação de garantir que o novo campo esteja em perfeitas condições para os jogadores. A qualidade do relvado é sempre uma grande preocupação, já que pode afetar o desempenho dos jogadores em campo.

Com o novo relvado esperando para ser pisado, os jogadores do Benfica, incluindo Di María e companhia, terão a oportunidade de estrear o campo na segunda jornada da Liga, o que certamente gerará expectativas entre os fãs e os próprios jogadores.

Em resumo, o Benfica terá um novo relvado no Estádio da Luz para a próxima época, que será estreado na segunda jornada da Liga 2023/24 contra o Estrela da Amadora. Antes disso, a equipa jogará a Supertaça em Aveiro e a primeira jornada da Liga contra o Boavista no Estádio do Bessa.

Vangelis Pavlidis: o grego que chega ao Benfica

  1. Vangelis Pavlidis, avançado grego de 25 anos
  2. Formado na Amadora, abandonou Portugal em 2011 para jogar no Panathinaikos
  3. Adquiriu a nacionalidade grega e é internacional pela seleção da Grécia
  4. Descrito como um jogador de grande qualidade e versatilidade