«Como aconteceu com o Sporting, com 2-0 há que esperar pelo momento»

  1. Tivemos uma primeira parte com muitos problemas quando tínhamos bola.
  2. Foi uma primeira parte má mas, como aconteceu em Lisboa [com o Sporting], com 2-0 há que esperar pelo nosso momento, marcar um golo e entrar no jogo. Sabíamos que era importante chegarmos vivos até ao fim.
  3. Os alas fizeram um trabalho defensivo muito exigente na primeira parte. E não tinham frescura. Pusemos mais energia e depois tivemos mais gente que podia segurar a bola e atacar com mais precisão.
  4. Não é para estar satisfeito. A primeira parte foi má, é certo que a reação foi boa e há coisas positivas. Mas temos de continuar a trabalhar, melhorar o que não está a correr bem e dar continuidade ao que temos feito bem.

Durante a flash interview da Sport TV, Villar admitiu que a primeira parte da equipa não foi boa, especialmente quando tinham posse de bola. No entanto, ele mencionou que, assim como aconteceu no jogo contra o Sporting, é essencial esperar pelo momento oportuno para marcar um golo e entrar no jogo. Ele estava ciente da importância de chegar vivo até ao fim e acreditar que ainda poderiam obter um resultado positivo.

Apesar do poder ofensivo do Benfica, Villar destacou a reação da equipa na segunda parte. Ele explicou que as mexidas na tática permitiram que os jogadores tivessem mais energia e fossem capazes de segurar a bola e atacar com mais precisão. Isso demonstra a capacidade de adaptação e a vontade de lutar até ao último minuto.

Quando questionado se poderia sair satisfeito com o resultado, mesmo que tenha sido uma derrota, Villar respondeu: «Não é para estar satisfeito. A primeira parte foi má, é certo que a reação foi boa e há coisas positivas. Mas temos de continuar a trabalhar, melhorar o que não está a correr bem e dar continuidade ao que temos feito bem.» Esta mentalidade mostra o compromisso do treinador e da equipa em sempre procurar melhorar e evoluir.

O Vizela enfrentou uma equipa forte como o Benfica e, apesar da derrota, mostrou garra, resiliência e a capacidade de reagir a situações adversas. É importante destacar a atitude positiva de Pablo Villar e a sua confiança na equipa para enfrentar desafios futuros. O Vizela continuará a trabalhar e a procurar melhorar, tendo em vista os próximos jogos e a sua ascensão na competição.

Programa desportivo na TV portuguesa com grande destaque para o futebol

  1. Programa desportivo na TV portuguesa com grande destaque para o futebol
  2. 18 de junho
  3. Campeonato de Portugal de Ralis
  4. Campeonato de hóquei em patins feminino
  5. Seleção portuguesa de andebol feminino sub-20
  6. Brasileirão
  7. Torneios WTA 500 e WTA 250 de ténis
  8. Campeonatos de ciclismo de Espanha, França e Itália
  9. Campeonato da Europa de esgrima
  10. Travelers Championship do PGA Tour de golfe

Kokçu joga «guerra» contra o Benfica, mas promete lealdade à Turquia

  1. Kokçu prometeu «guerra» ao companheiro de equipa João Neves, que estará do lado de Portugal no jogo
  2. Kokçu admitiu que esperava ter tido uma época mais positiva no Benfica, apesar das boas estatísticas
  3. O médio turco considera o estilo de jogo da Turquia adaptável ao que praticava no Benfica
  4. Kokçu não sente nada de especial em defrontar os Países Baixos, país onde nasceu e viveu até sair para o Benfica