Auditoria revela negócios ruinosos do Benfica na contratação e venda de jogadores

  1. Auditoria forense revelou vários casos problemáticos na contratação e venda de jogadores no Benfica
  2. Benfica pagou 1 milhão de euros ao Grêmio Anápolis para contratar Pedro Henrique, mas «ofereceu» o jogador ao Farense sem receber qualquer contrapartida
  3. Yony González fez parte dos quadros do Benfica durante 3 anos sem jogar pela equipa principal, com possível conflito de interesses na transferência
  4. Benfica pagou 600 mil euros pelo avançado paraguaio Cláudio Correa, mas vendeu os direitos do jogador por apenas 520 mil euros, tendo um prejuízo de 80 mil euros

Transferências problemáticas


Uma auditoria forense realizada na Benfica SAD revelou vários casos problemáticos envolvendo a contratação e venda de jogadores, com prejuízos significativos para o clube.

Um dos casos analisados foi a transferência de Pedro Henrique. O Benfica pagou 1 milhão de euros ao Grêmio Anápolis para adquirir os direitos do jogador em janeiro de 2019. Pouco tempo depois, o Benfica «ofereceu» Pedro Henrique ao Farense, sem receber qualquer valor pela transferência. De acordo com a auditoria, «A 31 de julho de 2020 é assinado o contrato de cessão definitiva dos direitos de inscrição desportiva do jogador ao Farense, não tendo sido acordado nenhuma contrapartida a pagar pelo Farense ao Benfica».

Conflitos de interesse e comissões excessivas


Outro caso analisado foi a contratação de Yony González. Apesar de ter feito parte dos quadros do Benfica durante cerca de três anos, o avançado brasileiro nunca chegou a jogar um único minuto pela equipa principal. A auditoria alerta para a possibilidade de conflito de interesses nesta transferência, uma vez que o agente Bruno André Carvalho representava simultaneamente os interesses do Benfica e do próprio jogador na negociação. Além disso, a comissão paga nesta transferência, de 2,25 milhões de euros, representa 44% do valor da remuneração bruta do jogador, muito acima do limite de 3% estabelecido pela FIFA.

Outro caso analisado foi a transferência de Cláudio Correa. Em 2012, o Benfica pagou 600 mil euros ao Rubio Ñu para contratar o avançado paraguaio. Após apenas 16 jogos pela equipa B, o Benfica vendeu os direitos do jogador a uma empresa sediada num paraíso fiscal, a Master International FZC, por apenas 520 mil euros, tendo assim um prejuízo de 80 mil euros na operação.

Benfica B vence Belenenses por 1-0 em jogo-treino

  1. Benfica B vence Belenenses por 1-0 em jogo-treino
  2. 05 de julho
  3. 19 anos
  4. «este jogo-treino foi importante para avaliar o estado da equipa e testar algumas ideias táticas» - Nélson Veríssimo, treinador do Benfica B

Franco Cervi defrontou o Benfica num jogo de pré-época

  1. Cervi representou o Benfica durante cinco temporadas
  2. Conquistou três campeonatos nacionais, uma Taça de Portugal e uma Supertaça Cândido de Oliveira
  3. Fez um total de 159 jogos pelos encarnados, tendo marcado 23 golos e realizado 32 assistências
  4. Deixou o Benfica em 2021 para representar o Celta de Vigo