Arthur Cabral: o sucessor de Ramos para quem o golo é sinónimo de alegria

  1. Arthur Cabral começou a sua carreira no futsal antes de se mudar para o futebol
  2. No Ceará, Cabral marcou 24 golos em 2019
  3. Cabral teve sucesso no Basileia, marcando 18 golos em 39 jogos
  4. O avançado brasileiro sente-se feliz e realizado quando marca golos
  5. O seu objetivo é ser uma lenda brasileira na Fiorentina

Arthur Cabral, apelidado de 'Rei Artur' no Ceará, conquistou o coração dos adeptos com os seus 24 golos em 2019. No entanto, o seu caminho para o sucesso não foi fácil. Inicialmente, ele jogava futsal e procurava uma oportunidade no futebol, mas várias tentativas e dispensas dos clubes o fizeram pensar em desistir. Foi o apoio do seu pai que o motivou a continuar e, finalmente, a porta se abriu no Ceará. Desde então, Cabral tem vindo a mostrar o seu talento e foi até chamado à seleção brasileira.

A sua passagem pelo Basileia, na Suíça, foi meteórica, com 18 golos em 39 jogos. Em seguida, ele rumou para a Fiorentina, onde se adaptou ao futebol italiano e sentiu que estava a evoluir como avançado. Agora, com a mudança para o Benfica, Cabral tem o desafio de ser o sucessor de Gonçalo Ramos e espera deixar o seu nome na história do clube.

O avançado expressa a sua paixão pelo golo, afirmando que é um momento de satisfação e alegria. O seu objetivo é ser uma lenda brasileira no emblema da Fiorentina, seguindo os passos de grandes nomes como Sócrates, Carlos Dunga e Edmundo. Embora não tenha alcançado o seu objetivo de conquistar um troféu com a Fiorentina, Cabral está determinado a deixar a sua marca no Benfica e conquistar o coração dos adeptos.

Com a oportunidade de estrear-se frente ao Estrela da Amadora, Cabral está pronto para mostrar o seu talento e começar uma nova história no futebol português. Com o seu instinto goleador e alegria em campo, Arthur Cabral pode ser a próxima grande estrela do Benfica.

Comissão de Revisão de Estatutos do Benfica apresenta pontos divergentes da proposta da Direção

  1. Comissão de Revisão de Estatutos do Benfica pediu ao presidente da mesa da Assembleia Geral para incluir a sua proposta na AG extraordinária de sábado
  2. Comissão defende que decisões sobre património do Benfica devem ficar na Assembleia Geral e não na Direção
  3. Proposta da Comissão prevê eleição pelos sócios de uma Comissão de Remunerações para membros da Direção
  4. Comissão quer impossibilitar funcionários do clube de concorrerem aos órgãos sociais
  5. Comissão propõe nova categoria de sócios intermédios (25 votos) e reforço do estatuto dos sócios correspondentes

Auditoria da EY conclui que Benfica não foi lesado em transferências, mas sugere melhorias

  1. Auditoria da EY não encontra situações em que o Benfica tenha sido diretamente lesado
  2. Benfica SAD teve saldo positivo de 97 milhões de euros nas transferências analisadas
  3. Relatório aponta oportunidades de melhoria, como comissões a agentes acima das diretrizes da FIFA
  4. Dificuldade em identificar estrutura acionista e beneficiários finais de algumas entidades que negociaram com o Benfica

Ucrânia leva história da guerra ao Europeu

  1. A Ucrânia divulgou um vídeo emotivo com 13 jogadores a falar sobre a «destruição» e «ocupação temporária» das suas cidades-natal
  2. 17 de junho, estreia da Ucrânia no Europeu contra a Roménia
  3. Anatoly Trubin, do Benfica, é um dos jogadores que fala no vídeo
  4. A Ucrânia conseguiu qualificar-se para o Europeu, apesar da guerra no país