Augusto Inácio antevê Benfica como 'super equipa' e destaca 'mudança de paradigma' no futebol português

  1. A descida recente de Portugal no ranking da UEFA e a futura reestruturação da Liga dos Campeões tornam a edição 2023/24 da I Liga num marco crucial para o futebol português.
  2. O Benfica já consegue fazer contratações de 30 milhões de euros, algo que antes era improvável no futebol português.
  3. Inácio acredita que os três 'grandes' partem em igualdade de circunstâncias, apesar do Benfica ter feito contratações significativas.
  4. Sporting e FC Porto precisam de investir em novos médios defensivos e um lateral direito para poderem competir pelo título, segundo Inácio.
  5. Inácio destaca o Sporting de Braga como um potencial candidato ao título.

A descida recente de Portugal no ranking da UEFA e a futura reestruturação da Liga dos Campeões tornam a edição 2023/24 da I Liga num marco crucial para o futebol português. Neste cenário, o experiente treinador português, Augusto Inácio, destaca a importância primordial do próximo campeonato. "Se o Benfica for campeão, cava financeiramente um fosso e pode distanciar-se no futuro de FC Porto e Sporting na luta pelo título, porque vai ter mais argumentos para contratar melhores jogadores", afirma.

Inácio chama a atenção para a evolução notável no ambiente desportivo português, uma vez que o Benfica já consegue realizar contratações de 30 milhões de euros, algo que antes era considerado um absurdo na realidade do futebol português. Inácio refere-se a isto como uma 'mudança de paradigma', onde se prioriza a qualidade em vez da quantidade.

Embora seja comum considerar o atual campeão como o favorito para a próxima temporada, Inácio acredita que os três 'grandes' partem em igualdade de circunstâncias. No entanto, o Benfica parece ter a vantagem, tendo reforçado a equipa de tal forma que não deixa margem para a concorrência.

Inácio, que venceu sete edições entre FC Porto e Sporting, acredita ainda que os 'dragões' e os 'leões' têm de investir em novos médios defensivos e um lateral direito para poderem continuar na corrida pelo título.

Por fim, Inácio destaca o Sporting de Braga como um potencial candidato ao título. Embora o clube ainda não tenha um histórico de vitórias, tem demonstrado evolução, tornando-se o quarto 'grande' do futebol português. Inácio conclui que, embora haja uma distribuição de mais dinheiro, a centralização dos direitos de televisão só ocorrerá em 2028/29, o que cria uma diferença substancial entre as equipas.

Vangelis Pavlidis: o grego que chega ao Benfica

  1. Vangelis Pavlidis, avançado grego de 25 anos
  2. Formado na Amadora, abandonou Portugal em 2011 para jogar no Panathinaikos
  3. Adquiriu a nacionalidade grega e é internacional pela seleção da Grécia
  4. Descrito como um jogador de grande qualidade e versatilidade