Supertaça: Roger Schmidt destaca a resiliência da equipa do Benfica

  1. O treinador do Benfica, Roger Schmidt, reconheceu a primeira parte “muito boa” do FC Porto.
  2. Schmidt defendeu que a sua equipa teria sofrido o mesmo até ao intervalo, mesmo que não tivesse apostado de início em Rafa Silva como ‘falso 9’.
  3. Após o intervalo, a dinâmica do jogo mudou com a entrada em campo de Petar Musa, permitindo ao Benfica assumir o comando do jogo.
  4. O Benfica acabou por marcar dois golos e assegurar a vitória na Supertaça.
  5. Apesar da vitória, Schmidt alertou para a necessidade de manter o foco, já que a Supertaça não é o troféu mais importante e não determina a prestação da equipa no campeonato.
  6. Para Schmidt, a vitória na Supertaça representa a resiliência e capacidade da equipa em enfrentar adversidades.

No momento celebrativo da conquista da Supertaça, o treinador do Benfica, Roger Schmidt, teceu vários comentários sobre a prestação da sua equipa. Foi uma partida árdua, na qual o FC Porto dominou a primeira parte com grande intensidade, colocando o Benfica sob constante pressão. No entanto, o resultado ao intervalo mantinha-se num empate a zero, o que permitiu a Schmidt mudar a dinâmica do jogo.

“Foi muito difícil para nós encontrar soluções, jogaram com muita intensidade" afirmou Schmidt, reconhecendo a qualidade do adversário. No entanto, o treinador acredita que a sua equipa teria sofrido na primeira parte, independentemente da formação inicial, mesmo se tivesse escolhido jogadores como o Gonçalo Ramos.

A história da partida mudou após o intervalo. A entrada em campo de Petar Musa, um avançado-centro, ajudou a equipa do Benfica a ser mais agressiva e a controlar o 'momentum' do jogo. O Benfica acabou por marcar dois golos, assegurando assim a merecida vitória. “Fomos mais pressionantes, ganhámos muitas bolas e, no final, marcámos dois golos muito bons. Foi um jogo muito duro, um bom jogo de futebol e merecemos ganhar.”, enfatizou Schmidt.

Apesar da alegria pela conquista do troféu, o treinador do Benfica celebrou com prudência, apontando que a Supertaça não é o troféu mais importante e não determina a prestação da equipa no campeonato. Schmidt enfatizou que a vitória é relevante, mas que é preciso foco para encarar os desafios futuros: “Hoje ganhámos o troféu, mas a partir de amanhã de manhã há outro desafio. Temos de somar muitos pontos. Após uma Supertaça não podemos considerar que estamos na pole position. Temos agora o Boavista e respeito todos os adversários."

A vitória na Supertaça, para Schmidt, vai além do troféu: representa a resiliência e capacidade da equipa do Benfica em enfrentar adversidades. O treinador faz questão de deixar isso claro ao seu plantel: é um troféu que vai ficar para sempre e que engrandece as carreiras dos jogadores. Agora, o foco deve estar no próximo desafio: o campeonato.

Transmissões Desportivas Destacadas em Portugal

  1. Jogo 5 das meias-finais do Campeonato Placard de Hóquei em Patins entre Benfica e Oliveirense, às 19h00
  2. Flamengo-Grêmio do Brasileirão, às 00h00
  3. Palmeiras-Vasco da Gama do Brasileirão, à 01h30
  4. Jogo da segunda mão do 'play-off' de acesso à La Liga entre Espanyol e Gijón, às 20h00

Hóquei, ciclismo e voleibol destacam-se em dia marcado por outras atividades desportivas

  1. Jogo decisivo das meias-finais do Campeonato Nacional de hóquei em patins entre Benfica e Oliveirense
  2. Volta à Suíça com participação de 3 ciclistas portugueses: Rui Costa, Nelson Oliveira e João Almeida
  3. Seleção nacional de voleibol disputa final da European Silver League contra Finlândia
  4. Termina a conferência Future Stage sobre futebol e desporto, organizada pelo Sporting de Braga

Mascherano eleva Di María ao patamar de Messi e Maradona

  1. Mascherano considera Di María entre os 5 melhores jogadores argentinos de sempre, atrás apenas de Messi e Maradona
  2. Otamendi será um dos 3 jogadores acima da idade limite na pré-convocatória olímpica argentina
  3. Messi não participará nos Jogos Olímpicos de Paris 2024 para poupar-se
  4. Messi diz que não se preocupa com recordes e que a prioridade é estar bem fisicamente

Benfica revela nova camisola inspirada nos 50 anos do 25 de Abril

  1. Camisola principal do Benfica para 2024/25 é uma reedição da de 1974/75
  2. Clube evoca 50 anos do 25 de Abril e equipa campeã dessa época
  3. Camisola feminina terá logótipo alusivo aos 50 anos do Dia Internacional da Mulher
  4. «Resolvemos pegar numa equipa icónica num momento singular da sociedade portuguesa»